Frente ao postado no sítio eletrônico do Claretiano – rede de educação, em 17 de janeiro de 2020, “COFEM emite