Conservação e Preservação


Livros e Outras Publicações

Anais do III Seminário sobre Museus-Casas: conservação
Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 1999, 148p.
Instituições Depositárias: Bibliotecas – Fundação Getulio Vargas / Bibliotecas do SIBI – USP

Bibliografia sobre conservação e restauração de bens culturais

Comissão de Patrimônio Cultural, Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária, Universidade de São Paulo; [Coord] Maria Christina Barbosa de Almeida
São Paulo: USP/CPC, 1996. 210p.
Instituições Depositárias: Bibliotecas do SIBI – USP

Conservação – Conceitos e Práticas
Marylka Mendes, Antônio Carlos N. Batista, Fátima Bevilacqua Conturni e Luciana da Silveira (org.)
Rio de Janeiro: UFRJ, 2001. 388p.
Fonte: Editora UFRJ
Resumo:
Concebido com o objetivo de contribuir para a criação de uma nova mentalidade voltada para a conservação dos bens culturais, o livro reúne textos de vários especialistas que abordam conceitos e procedimentos e oferecem conhecimentos úteis à conservação de artefatos, aplicáveis a qualquer tipo de acervo ou específicos para cada caso.

Encontro sobre defesa do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional
Encontro dos Governadores. 1º, Brasília, 1970
Rio de Janeiro: CFC, 1970. Extraído de “Cultura”, publicação do Conselho Federal de Cultura, nº 34, abril, 1970.
Instituições Depositárias: Biblioteca Noronha Santos – IPHAN

Manual de Segurança Básica de Museus
Robert B. Burke e Sam Adeloye – tradução. de Sieni Maria Campos
Rio de Janeiro: Fundação. Esc. Nacional de Seguros, 1988
Instituições Depositárias: Biblioteca do Sítio Roberto Burle Max – IPHAN
/ Bibliotecas do SIBI – USP

Preservação e Segurança nos Museus
France. Ministère de la Culture et l’Environement.
Rio de Janeiro: ICOM, 1978. 216p.
Instituições Depositárias: Biblioteca Noronha Santos – IPHAN
/ Biblioteca do Sítio Roberto Burle Max – IPHAN
/ Bibliotecas do SIBI – USP

Preservação do Patrimônio Cultural em Cidades
Maria Cristina Rocha Simão
s.l.: Autêntica, 2001.
Fonte: Submarino

Proteção e revitalização do patrimônio cultural no Brasil: uma trajetória
SPHAN, Pró-Memória, Brasília: 1980
Instituições Depositárias: Biblioteca Noronha Santos – IPHAN

Restauração e revitalização de núcleos históricos. Análise face à experiência francesa
SPHAN, Pró-Memória, Brasília: 1980. Série: Brasil. Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Publicações, 30-Seminários, 1
Instituições Depositárias: Biblioteca Noronha Santos – IPHAN

Segurança e conservação dos acervos: normas de atuação para vigilantes, serventes e recepcionistas
São Paulo: Secretaria de Estado da Cultura/DEMA, 199?. 16p. il.
Instituições Depositárias: Bibliotecas do SIBI – USP

Teste com o esterilizador de ar “clover” na área de conservação de acervo museológico
Marta Freitas Gerude e Elizabeth Carbone Baez
Rio de Janeiro: Mouseion, s.d.
Instituições Depositárias: Biblioteca do Museu da República – IPHAN

Topo

Teses e Dissertações

A Importância dos inventários na preservação de Coleções de Museus
Marilene Corrêa Maia
Orientador: Beatriz Ramos de Vasconcelos Coelho
Instituição: Universidade Federal de Minas Gerais – Artes Visuais
Nível: Mestrado
Ano: 2001
Instituições Depositárias: UFMG – Biblioteca da Escola de Belas Artes
Fonte: Banco de Teses – CAPES
Resumo:
No presente trabalho, tratamos da problemática dos inventários no contexto da preservação de coleção de museus, com o objetivo específico de verificar a sua real participação e contribuição na definição de políticas e estratégias para o gerenciamento de acervos. Para tanto, realizamos uma pesquisa bibliográfica sobre o assunto e investigamos os trabalhos desenvolvidos em três museus públicos de Belo Horizonte, Minas Gerais. Com o mesmo propósito, visitamos outras instituições brasileiras de importância e que preservam acervos de maior volume, nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Petrópolis. Realizamos também um estágio no “Museé National dês Arts et Traditions Populaires”, em Paris, França, com a intenção de conhecer uma realidade distinta dos casos brasileiros investigados. Esta pesquisa baseou-se sobretudo na análise da prática desenvolvida nas instituições estudadas.

Topo

Poluição no MNBA-RJ: ameaça ao patrimônio artístico nacional
Cleverson José Ferreira de Oliveira
Orientador: Jari Nobrega Cardoso
Instituição: Universidade Federal do Rio de Janeiro – Química Orgânica
Nível: Mestrado
Ano: 1997
Instituições Depositárias: UFRJ – Instituto de Química
Fonte: Banco de Teses – CAPES
Resumo:
Esta obra pretende acrescentar novos dados à área de poluição em interiores e especificamente na área de conservação ambiental em museus. O alvo deste estudo foi o Museu Nacional de Belas Artes (MNBA) situado no centro da cidade do Rio de Janeiro. A poluição atmosférica foi medida no interior e exterior do prédio. Foram monitorados formaldeído, acetaldeído, compostos orgânicos voláteis e material particulado total. Foram também amostrados os microorganismos, mas somente do interior do museu. Os resultados obtidos demonstraram que a maior parte da poluição no interior do MNBA é oriunda, principalmente do exterior e é carregada fortemente de elementos de composição na poluição atmosférica causada por veículos automotivos.

Topo

O Que os Olhos não Vêem: reservas técnicas museológicas na cidade do Rio de Janeiro
Márcia Fernandes Portela Soares
Orientadores: Lena Vânia Ribeiro Pinheiro
Instituição: Universidade do Rio de Janeiro – Memória Social e Documento
Nível: Mestrado
Ano: 1998
Instituições Depositárias: UNIRIO – Biblioteca Central
Fonte: Banco de Teses – CAPES
Resumo:
Estudo abordando a reserva técnica museológica e as práticas exercidas em seu interior, entendendo o Museu como espaço de memória, gerador e dinamizador de cultura e visando gerar subsídios para o exercício da prática nos museus e contribuir para a otimização das reservas técnicas museológicas não só como espaço de armazenagem e conservação mas também como ambiente de pesquisa e visitação. Investiga os modelos de reserva técnica homogêneos, buscando analisar suas funções e tarefas em relação às demais atividades do Museu. Examina o conceito de objeto como documento.

Topo